24 setembro, 2011

...

Saudades de uma vida de outrora,
Por muito vivida sem ser almejada.
Hoje a falta que faz, colabora,
Não faço falta, mas hoje você foi lembrada!


Por: Eduardo Martins
Em: 22/09/2011

Um comentário:

luiz carlos disse...

Belo poema,nascido de um grande poeta